Momento pipoca

Filme foi exibido para o grupo no último encontro

O primeiro “momento pipoca” do Apalpe foi a exibição do filme La Jetée (1962) , de Cris Marker, cineasta recomendado por Faustini no encontro anterior. 

Realizado em 1962, La Jetée se desdobra numa sequência de fotografias em preto e branco, contando uma fábula sobre uma humanidade arrasada pela guerra, que se refugia nos subterrâneos e empreende experiências de viagens no tempo e na memória com um desenrolar delicado e surpreendente. 

Referência para muitos cineastas, La Jetée foi a fonte de inspiração para Terry Gillian realizar sua ficção científica Os 12 macacos, de 1995. 

O filme alimenta um vívido debate sobre linguagem cinematográfica e é atualíssimo na forma e em sua fala. 

Com apenas um movimento de câmera, a obra toda montada com fotografias dá conta de um discurso de ficção científica, sem a utilização de efeitos especiais. 

“Num procedimento que aparentemente pode soar como uma prisão — fazer um filme apenas com fotografias — surgem possibilidades de criação e inovação estética. No campo da periferia, acredito que revelá-la por meio de dispositivos pode emancipar imaginários”, assinalou Faustini, num breve comentário após a exibição. 

Chegou a vez de apalpar o amarelo
O que seria do amarelo se todos só gostassem do vermelho? O exercício para o próximo sábado é amarelo. Os participantes devem descrever, num total de 15 linhas, seu quarto, sua rua e seu ônibus. Tudo em amarelo

Para cada três linhas, fazer um foto. São cinco fotos para as 15 linhas de texto. 

É para fotografar o carro, a rua o ônibus. E descrevê-los em amarelo

E os mesmos dez objetos vermelhos devem ser levados novamente. 

Drops – Um café com melodrama
Cada participante deve fazer uma pesquisa sobre o que já foi dito sobre o melodrama. 

Deve também pesquisar as relações entre o movimento do Hip Hop e suas implicações na cultura urbana. 

Outro ponto que entra jogo é a leitura de Chico Buarque sobre o subúrbio e sobre a cidade. 

Então a receita é: melodrama + hip hop + Chico Buarque. Bater tudo e discutir com um colega, durante o café, no intervalo.

Sobre alebizoni

Jornalista especializada em Mídia e Educação
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Momento pipoca

  1. tetsuo disse:

    Chegou a vez de apalpar o amarelo

    aqui é o link para quem quiser apalpar o interior do meu quarto amarelo, tb avalia o~[´çlek? xi! o miau amarelo eye da Marília pisou no ytgteclado
    http://www.minutefestival.com/festivaldominuto/index.php?page=videos&section=view&vid_id=17535&type=recent

    ou para apalpá-lo em blog clique acima no meu nome.
    Abraços Apalpianos😉

  2. Cristina Hare disse:

    Takita,
    seu minimetragem Tá ki tá !
    Adorei !

  3. Elisangela disse:

    Adorei esse trabalho. Fez com que eu conhecesse mais ainda a minha capacidade de criação em minutos. É incrível poder apalpar as possibilidades de resolver problema, e como se isso não bastasse , dar luz a vontade de criar mais soluções pra outros possíveis problemas que só existem no campo das idéias.
    Amarelar tudo me deu excitação.
    Elisangela

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s