Amarelou? Então… Apalpe!

Rua amarela em Santa Teresa, fotografada por Flavio Ozório

O Apalpe amarelou. A diferença brotou em meio à igualdade dos trabalhos. Nesta atividade, o amarelo, dispositivo criado por Faustini, se repetiu nos diferentes territórios presentes na oficina. 

Colorir o mundo de amarelo foi a proposta do exercício apresentado pelos participantes do Apalpe no último sábado. O desafio sugerido na semana passada foi que cada um apresentasse seu quarto, sua rua ou seu ônibus em amarelo. 

A apresentação deveria ter cinco fotografias e um texto de 15 linhas. Todo esse material foi impresso e levado ao Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), aonde aconteceu o terceiro encontro do grupo. 

A produção foi tão diversificada quanto o grupo que integra o Apalpe — um mosaico com representantes de diversos territórios da região metropolitana do Rio de Janeiro. 

“Meu tucumã é ouro”, “Minha rua é toda amarela”, “Rua Amarela”, “Lapa Amarela” foram algumas das produções apresentadas em suportes diversificados, como textos, cartazes, vídeos e fotografias. 

O quarto amarelo da participante Simone Figueiredo Rocha

Porém, o exercício se prolongou com a apresentação dos trabalhos, o que também serviu para os integrantes do Apalpe pensarem em estratégias de exibição de seus trabalhos. 

Nesse sentido, o primeiro passo foi mostrar a produção para o colega ao lado. Depois,  o trabalho do colega foi exibido para uma pessoa, depois para três, depois para cinco e, por fim, para todo o grupo. 

Nesta dinâmica, frisa Marcus Vinicius Faustini, autor do Guia Afetivo da Periferia e coordenador do Apalpe, se evidencia a importância do processo de recepção para a fruição da obra. “A forma de apresentação dos trabalhos será uma questão que pensaremos no nosso encontro em setembro”. 

Veja alguns trabalhos: 

Vídeo produzido por Flávia Muniz : <http://www.youtube.com/watch?v=CaTLlJ0i-I4

Exercício no blog de Flávio Ozório: http://fozmen.blogspot.com/ 

Link para blog de Tetsuo Takita: http://www.tedipassaro.blogspot.com/

Sobre alebizoni

Jornalista especializada em Mídia e Educação
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Amarelou? Então… Apalpe!

  1. Elisangela disse:

    Adorei esse trabalho. Fez com que eu conhecesse mais ainda a minha capacidade de criação em minutos. É incrível poder apalpar as possibilidades de resolver problema, e como se isso não bastasse , dar luz a vontade de criar mais soluções pra outros possíveis problemas que só existem no campo das idéias.
    Amarelar tudo me deu excitação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s