Na raça e no gogó

Anderson Arcanjo apresentou "A Forma que se Forma"

Anderson Arcanjo apresentou um número circense, mas mostrou que tem talento também para driblar as dificuldades. Quando um problema técnico no som o deixou sem trilha sonora, ele não teve dúvidas: convidou o público a cantarolar com ele e ganhou a platéia no ato. “Apesar dos erros que cometi, parece que a galera gostou. Ficou mais fácil driblar os problemas técnicos na hora que o som parou por causa da minha experiência com trabalho nas ruas. Aprendi a jogar com os erros”, contou o artista que foi ovacionado ao interagir com público, que ajudou até o fim do ato.

Claudio Vaz mostrou diversidade de sons com "O Encuicado"

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s