Razão e emoção no júri

Larry Antha apresentou "A História do Teatro"

O júri, responsável pela premiação no valor de R$ 3 mil, ficou dividido entre a razão e emoção. A arquiteta, arte-educadora e artista plástica Beá Meira, por exemplo, disse que viu muitos trabalhos bons. “Achei que as performances foram bem diferentes, teve uma coisa variedade, e me surpreendi, achei que algumas coisas foram realmente boas”, disse.

Já a atriz, cantora e performer Numa Ciro disse que adoraria ter visto mais performances e elogiou a iniciativa da realização do Sarau Apalpe. O poeta e assessor de cultura da Universo João Luiz não escondeu a emoção: “Tenho acompanhado esse movimento de produção de arte e literatura, de inquietação social da periferia. Eu já não sei mais o que é periferia e o que é Centro. Estou muito surpreso e emocionado com a pluralidade de trabalhos. Parabenizo o Apalpe pela ousadia de reunir essas manifestações”, comemora João Luiz.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s