Público jovem e cheio de gás

O evento teve entrada franca e atraiu um público em sua maioria jovem e ávido por informação.  Como Adriana Silva, de 17 anos, moradora do Bairro de Fátima, que sempre gostou de dançar e ficou vidrada nos números com coreografias. “Adorei o número de dança contemporânea, ao som de violino, e também o de dança cigana. Mostra a diversidade que se tem para explorar na mistura entre som e corpo”. Joaquim Ribeiro, 18 anos, morador de Campo Grande, se divertiu muito. “Adorei muitas apresentações, e ano que vem com certeza vou me inscrever. Esse ano só não me inscrevi porque não tinha nenhum número preparado”, disse.

Ricardo Rodrigues falou sobre sua visão do cotidiano com "Selva de Pedra"


Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s