A epifania do 393

393

Engarrafamento na Brasil. Motoboys passam buzinando, um atrás do outro. Eles têm que se defender  no transito já que não existe corredor para moto. Penso em São Paulo capital com seus quase trezentos mil motoboys. Só no caos é que o ser humano se organiza. E brasileiro só é solidário na doença. Lembro dessa frase, mas não lembro de quem é.  Talvez Ulisses Guimarães, arauto da Constituinte que nos acena do fundo do mar. A memória é uma cilada. Olho ao redor, as paredes tristes da Brasil acenam, com seus hieróglifos, códigos da nova era grafitados por toda a parte. Dentro do ônibus ao meu lado um senhor come compulsivamente um saco de amendoim nakaiama, ele bota o saco na boca, babando o saco todo,  mão,  e depois disfarçava…no sacolejo o ônibus. Pessoas meio exaustas de uma jornada de trabalho, voltando para casa. A moça sentada á minha frente desembrulha uma balinha de iogurte. A outra ao lado futuca compulsivamente o celular nokia novinho. Algumas pessoas pescoçam de boca semi-aberta. Um outro ônibus para Irajá passa pela seteliva. Penso que eu devia ter pego o ônibus rápido. Passou um ônibus expresso, mas esse ia direto para Campo Grande, não entendi bem. Leigo, confundindo esse com o rápido, acabou que peguei o parador. Poderia ter ido de metrô, várias pessoas me falaram isso, além de ser longe, desde a primeira vez que fui, gostei do trajeto, pela Brasil. Fica mais perto do ponto de ônibus. O Amarelinho é na passarela 27, quase na Dutra. E esse cara babando no saco de amendoim, será que não acaba essa droga! Ele come, baba o saco e disfarça fingindo que ninguém esta vendo. Só ele não está vendo! Graças, foi embora, saltou no ponto em Lucas. Já estamos perto. Meu amigo me liga, já esta me esperando na entrada o Amarelinho. O ônibus avança bravamente agora um pouco mais rápido, já estou quase na Dutra. Passarela 25. Salto no ponto em frente ao Supermercado Açaí. Passarela 27. Se não começa, não termina.

Vicente Duque Estrada, representante do território Jardim Botânico no Apalpe.

Veja um pouco do trabalho de Vicente em http://vimeo.com/14007602

Sobre alebizoni

Jornalista especializada em Mídia e Educação
Esse post foi publicado em Participante e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para A epifania do 393

  1. Flávia Muniz disse:

    Alê,

    só esqueceu de incluir os filmes do Vicente!!!!

    bjos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s